Skip to content

Posts tagged ‘Ìndice de Força Relativa’

27
Jan

Indice de Força Relativa análise gráfica

indice de força relativa – análise gráfica

Na bolsa de valores podemos utilizar algumas técnicas junto a ferramentas de análise para aprimorar nossa forma de operar, aumentar a eficácia no retorno positivo das operações realizadas na bolsa de valores em 2014, acompanhando melhor nossos resultados como também de nosso planejamento financeiro acima das condições atuais em que o mercado de ações se encontra .Estaremos dando ênfase maior no Indice de Força Relativa e seu retorno na análise técnica.

Para isso entraremos em detalhes sobre o IFR(Indice de Força Relativa) no mercado de ações um importante indicador que monitora os momentos da bolsa de valores  em relação a velocidade de mudança dos preços. Esse importante indicador mostra quando o preço de um ativo se encontra em regiões de sobrecompra e sobrevenda e vem sendo muito utilizado por analistas para a tomada de decisões dentro dos sinais que a própria bolsa emite.

Vamos analisar os cálculos para facilitar o entendimento do Indice de Força Relativa. O cálculo é baseado no período pré-estabelecido onde se faz um levantamento das médias de ganhos (MG) nos fechamentos em alta e média de perdas (MP) nos fechamentos em baixa conforme seguem :

 

Curso de análise Gráfica

Fórmula do IFR(Indice de Força Relativa)

IFR = 100 –(100 / (1+ FR))        FR = MG / MP

 

Tomando como base um indicador de 20 períodos, vamos calcular em um primeiro momento o FR junto aos MG(momentos de ganhos) e MP(momentos de perdas).

 

Dia

Fechamento

Variação

Ganho

Perda

  25,00      
1 25,50

2%

0,50

 
2 25,59

0,36%

0,09

 
3 24,90

-2,69%

 

-0,69
4 24,87

-0,12%

 

-0,03
5 25,01

0,56%

0,14

 

6 25,95

3,75%

         0,94

 

7 25,76

– 0,73%

 

-0,19
8 25,13

-2,44%

 

-0,63
9 25,29

0,63%

         0,16

 

10 25,77

1,89%

  0,48  
11 25,89

0,46%

0,12

 
12 25,97

0,30%

0,08

 
13 26,01

0,15%

0,04

 
14 26,11

0,38%

0,10

 

15 26,02

-0,35%

 

-0,09

16 25,98

-0,16%

 

-0,04

17 25,78

-0,76%

 

-0,20

18 25,51

-1,05%

 

-0,27

19 25,10

-1,60%

 

-0,41

20 25,04

-0,23%

 

-0,06

Calculando o MG dentro do período, basta pegar todos os dias em que o preço fechou em alta, pegando o valor do fechamento atual menos o fechamento anterior e somar seus respectivos valores dividindo pelo período estabelecido.

MG = 2,65 /20 = 0,13

Calculando o MP dentro desse período, deve-se pegar todos os dias em que o preço fechou em queda , realizando a operação de fechamento atual menos fechamento anterior. A soma dos respectivos valores proporciona o MP(momentos de perda) no período mencionado acima.

MP = 2,61 /20 = 0,13

Com as variáveis que compõem a fórmula do Indice de Força Relativa, fica mais fácil obter os valores e acompanhar os momentos ideais do mercado de ações. Vejamos que :

FR = MG / MP . Portanto : FR = 2,65 / 2,61 = 1,02

IFR = 100 –(100 / (1 + 1,02))
100 – (100 / 2,02)
100 – 49,50 = 50,50

Indice de Força Relativa – Curso de análise Gráfica

momentos corretos para compra e venda ?

O Indice de Força Relativa possui duas regiões distintas conhecidas como região sobrecomprada e região sobrevendida e possui uma escala fixa que vai de 0 a 100. A região sobrecomprada geralmente fica localizada acima de 70 e a região sobrevendida abaixo de 30 como referência .

Observe abaixo na figura o gráfico diário da GGBR4 (Gerdau) exibindo um histórico de cotações onde na parte mais inferior temos o IFR com as linhas horizontais de sobrecompra e sobrevenda.

Indice de Força Relativa

 

Os sinais a serem observados se concentram quando o preço estiver dentro dessas regiões. Quando o preço invadir a região de sobrecompra acima dos 70, temos a indicação de que uma tendencia de alta está perdendo a força e pode reverter para uma baixa. Assim sendo, uma invasão na região dos 30 indica que a tendência atual de baixa perde força sinalizando uma possível reversão de alta nos próximos pregões.

Isso antecipa uma posição formada preparando o investidor na tomada de decisão posterior, aumentando as chances de acertos. Sendo assim, o IFR como ferramenta complementar do investidor visa apontar os principais sinais de força que o preço adquire para continuar ou não dentro de uma tendência.

Para saber mais sobre a análise gráfica o Indice de Força Relativa e o mercado de ações, acesse nosso Encontro Diário todos os dias às 17:00 hrs horário de Brasília através clicando aqui